Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



No âmbito dos Concursos/Desafios de dezembro, as professoras bibliotecárias lançaram o Concurso "Conto Literário de Natal".

Aqui ficam as fotografias de alguns trabalhos.

BIB 1ºp. 16-17 004.JPG

BIB 1ºp. 16-17 005.JPG

BIB 1ºp. 16-17 006.JPG

BIB 1ºp. 16-17 007.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Seguem alguns textos expositivos/informativos bem engraçados da turma A do quinto ano. Demorou, mas aqui estão eles... Boas férias.

 

A Zebrita

 

         Neste texto vamos falar da famosa Zebrita e de algumas das suas características.

         Este animal é a junção da zebra com a chita, vive na Amazónia com outros animais fantásticos, pesa oitenta quilos e pode chegar aos três metros de altura. 

          A Zebrita é omnívora, ou seja, alimenta-se de frutos e de carne.

          Ela é vivípara, gerada no ventre da mãe, onde está vinte e oito semanas; grávida pesa pelo menos duzentos e trinta quilos.

           As suas crias nascem com vinte quilos e têm entre um metro e meio e um metro e setenta de altura. Têm o rabo médio e o pelo com riscas pretas e laranjas.

           Devemos preservar a natureza, de modo a que continuem a existir espécies extraordinárias.

 

Guilherme Carvalho  e   Mariana Martins

 

 

 

O Aguelo

 

         Hoje venho falar sobre o Aguelo. Este animal é meio aguia e lobo.

         O Aguelo é um animal carnívoro, cujas presas são pequenas aves, porcos, veados, lebres e coelhos. O Aguelo caça de forma sorrateira.

         Este animal tão peculiar vive em África. Quando nasce pode pesar até aos cinco quilos. Adulto pode pesar facilmente vinte quilos. Tanto a fêmea como o macho têm asas de cor castanha e pelo cinzento. É um animal agressivo pois, quando tem fome, pode comer pessoas e é territorial.

         A razão pela qual escolhi este animal foi para poder imaginar um lobo a voar. Convido os meus amigos a ir a África vê -lo por um dia, a fazer as tarefas do dia a dia.

                                                                                 

 PAULO DIOGO LOPES PINTO nº 27

 

 

O Caracologaio

 

      Hoje vamos falar do Caracologaio, metade caracol, metade papagaio.

         O Caracologaio vive na savana, come lesmas e tarântulas, mas só das grandes e é ovíparo. O Caracologaio está coberto de penas no corpo, tem um par de asas e uma carapaça na cabeça com bico e com uns olhos que mais parecem umas antenas. A parte de baixo é muito viscosa como um caracol para deslizar melhor. Dorme vinte horas por dia e as restantes são para comer e reproduzir.

Este animal, um pouco estranho, pode atingir um quilómetro por hora, deslocando-se a voar ou a rastejar. É muito rápido! Ele migra para zonas frias no inverno e no verão para zonas quentes e pode viver no máximo mil anos com muita saúde!

        Enquanto adultos, medem cerca de sete centímetros e pesam trezentas gramas, as crias medem um centímetro e pesam um grama. Esse animal tem a capacidade de imitar pessoas.

        O Caracologaio é um animal muito vaidoso e muito raro. É preciso estimá-lo.

     

Jéssica e Fernando

 

 

O Gidrafante

 

     Na Natureza existem imensos animais, um dos mais curiosos e misteriosos é o Gidrafante.

     Este animal só habita na savana, por entre rios e florestas. O Gidrafante come folhas, pequenos animais e por mais incrível que pareça também come pedras, ficando com uma grave indigestão, achando-se um sabichão!

     O Gidrafante tem um pescoço de girafa, uma tromba de elefante e uma cauda de dragão. Com a sua cauda muito comprida e pesada, sempre que está feliz arrasta-a pelo chão cortando a relva a milhares de hectares!

      O Gidrafante pesa cerca de oitocentos e cinquenta quilos e mede cinquenta e dois metros. A fêmea, quando está grávida, pesa novecentos e vinte e dois quilos e fica muito rabugenta, obrigando o macho a fazer-lhe todas as vontades. As crias permanecem dentro do ventre materno durante quinze meses e, após o nascimento, vivem com a sua mãe durante dois anos. Ao fim deste tempo já estão preparados para viver como adultos.

     O Gidrafante é um animal em vias de extinção e devemos preservá-lo, pois ele é engraçado e bem-humorado.

 

 

João Diogo Pereira    Nº13         5ºA

Matilde Marques Figueiredo     Nº25

 

       

 

O Leoganso

 

    Neste texto vou falar de um animal muito especial, o Leoganso.

    O Leoganso é um animal que vive no centro e sul de Portugal. Podemos encontrá-lo no estuário do Tejo e na lezíria ribatejana. Esta espécie tem vindo a desaparecer devido à caça excessiva. 

    O Leoganso é um ser omnívoro. A sua alimentação é variada, desde peixes, aos animais de médio e grande porte como as galinhas ou os javalis e até as ervas da lezíria.

    Esta raríssima espécie tem metade do corpo coberta de penas muito coloridas, azuis, amarelas, verdes e cor-de-rosa. A outra metade é de pelo com pintinhas escuras. Normalmente os membros e a cabeça têm pelo, enquanto o resto do corpo está coberto de penas. Tem um bico encarnado quando atinge a idade adulta, até lá o bico mostra-se acastanhado.

    O Leoganso pesa, na idade adulta, 80kg mas os maiores exemplares da espécie podem chegar aos 120. Quando as fêmeas estão em período de gestação podem atingir os 200kg de peso. A mãe pode ter até 7 filhotes.

    Esta espécie animal possui várias curiosidades: apesar de ter bico, pode possuir 49 dentes na idade adulta. É um animal que se desloca tanto a voar como a andar, pelo que pode perseguir uma presa correndo atrás dela atingindo 300 km/h. Se estiver em cativeiro ou em contacto com seres humanos tende a imitá-los, pelo que pode “falar” vários idiomas dependendo do local do mundo onde estiver. Por fim, resta apenas destacar que a estratégia utilizada pelo Leoganso para atrair as fêmeas é a dança: faz exuberantes danças e movimentos para atrair a melhor fêmea. É um animal desconcertante!

    Não deixem de pesquisar melhor este animal – o Leoganso – metade leopardo, metade ganso.

 

 

 

O xitinho

                      

       Neste texto vamos falar do xitinho e das suas caraterísticas.

       O xitinho é um animal composto por uma chita e um golfinho, por isso, desloca-se na água e no solo. Alimenta-se de javalis bem gordinhos, carne de porco… mas só com ketchup por cima! Gosta, também, de várias espécies de peixe, como o bacalhau, o salmão, o atum…

       O xitinho tem uma cauda azul, os seus membros são rosa às pintas laranja e o resto do corpo amarelo. Este animal habita no norte e centro de Portugal.

       Aconselha-se as pessoas que o encontrarem a não se aproximem muito dele, pois quando tem fome ou está furioso, é perigoso!

 

João Miguel Lopes   nº15

Francisco   nº10

 

 

O guardião da floresta

 

     Hoje, vou falar-vos do guardião da floresta, a destemida e imortal criatura mística.

     O guardião da floresta é uma criatura rara, do tamanho de um cavalo, mas é parecido com um pastor alemão de pelo comprido, preto como as trevas e cor do pôr do sol.

     Cavalga rapidamente e voa, mesmo não tendo asas. É um animal amistoso, um excelente guarda e defende todos os seres do perigo. O seu olfato apurado previne-o do mal. Do seu pai, o Deus do Sol, ele herdou o poder da luz, um poder bondoso. Da sua mãe, herdou o poder das trevas. Assim, o guardião da floresta tem o poder infinito, incluindo dar poderes. Vive sozinho num templo, na floresta.                                                                                                                   

     Muitos humanos procuram-no como animal de estimação, mas ele recusa porque o seu objetivo é guardar a floresta.

     Neste momento, como está na fase adulta, ele procura uma companheira da sua espécie para acasalar e ter no mínimo duas crias.

     Este animal é um ser que vive do bem e do amor. Todas as florestas deviam ter um guardião idêntico.

 

  Ana Rita                  nº4 

 Jorge Rodrigo         nº16

 

     

O Joacórnio

 

            Hoje vamos falar sobre o Joacórnio.

            É uma espécie de joaninha mais unicórnio. Algumas pessoas dizem que é uma criatura mítica, e outras dizem que não.

            O primeiro foi visto no século XII no Evereste por um alpinista.

            O Joacórnio vive em dois locais: no verão fica nas belas e quentes florestas tropicas do Hawaii e no inverno fica nas grandes e frias montanhas do Evereste no Nepal.

            Este animal é preto e vermelho e a sua crina é rosa, amarela, verde, roxa e branca.

            Ele voa como uma bela e rápida águia.

            A sua alimentação é equilibrada, pois come por dia: uma galinha, três ovelhas, oito costeletas de porco, duzentos gramas de erva e quatro mil espécies diferentes de insetos.

            É um animal ovovivíparo. Acasala no inverno e a gestação dura sete meses e meio, as crias nascem em meados de agosto com trinta gramas. Normalmente nascem três filhotes. A mãe, enquanto os bebés não nascem, pesa dez quilos, mas se estiver em época normal pesa vinte quilos.

            Os filhos com dez anos saem da beira da mãe e aos doze anos podem acasalar.

            Ela ajuda os agricultores a matar os insetos do campo como: as formigas, as moscas da fruta, os grilos, os gafanhotos, os caracóis e muitos mais. Também ajuda os caçadores a matar porcos, galinhas, coelhos e ovelhas.

            Ela passa oitenta por cento da sua vida a ajudar as pessoas de todo o globo.

            Agricultores e caçadores querem-na domesticar, só que não conseguem, porque o Joacórnio é um animal selvagem.

            O Joacórnio é um animal fantástico e não se pode domesticar, pois pode atacar.

                                                              

                                                                               Ana Matilde Pereira Ferreira       nº 3

         Margarida Freitas Martins           nº 20       

               

                                                          

 

O Cãozaré

 

            Neste texto vamos falar de um animal chamado Cãozaré e das suas características.

          Tem cerca de 2,5 metros e pode pesar cerca de 400 quilos. É revestido de escamas e pelos pequeninos de 1 centímetro.                    

          Quando a fêmea está grávida, mede 5 metros e pesa 800 quilos. Cada cria pode pesar 200 quilos e medir 1 metro.

          Esta espécie vive nas florestas asiáticas no verão e no inverno debaixo de água, no Polo Sul. Come principalmente legumes e peixe de vários tipos.

          Se alguém quiser ter um animal desta espécie terá de ter muito cuidado, porque é um animal feroz.

 

 

Afonso  nº1 e Margarida Dias nº21 

 

                                                                                         

 

 

 

 

 

 

 

                                                                   

                                        

 

 

 

                                                                  

                                                                       

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

    No Aprender com a BE, o objetivo da professora titular de turma e da professora bibliotecária  era que os alunos conseguissem redigir um pequeno texto de opinião, utilizando corretamente os conectores. Aqui ficam alguns exemplos:

 

Aprender com a BE- 2015/2016


Texto de opinião


                                                    Maus hábitos alimentares


     Na minha opinião, os maus hábitos alimentares são uma praga que se espalha pelos países ocidentais.
     Os maus hábitos alimentares consistem numa ingestão excessiva de gordura, corantes e açúcares e outras substâncias causadoras de uma vida muito menos saudável.
     Os americanos, pessoas muito ocupadas e cheias de trabalho, comem fast food (comida rápida) em restaurantes como o famoso McDonalds, em que os seus pratos são, muitas vezes, confecionados à base de gordura e corantes.
     Finalmente, concluo que os maus hábitos alimentares são aqueles em que a comida é «contaminada» por muitas outras substâncias.


                                                                           Santiago, 4º ano, Varziela

 

 

Aprender com a BE- 2015/2016

 

Texto de opinião

 

                                 Os maus hábitos alimentares

 

            Na minha opinião, os maus hábitos alimentares são bastante perigosos.

           É verdade que muitas das crianças e até alguns adultos adoram alimentos com sal e açúcar. Mas, visto que muitas pessoas ingerem esses alimentos regularmente, podem sofrer de colesterol, cáries dentárias, diabetes, problemas de coração, obesidade…Deste modo, devemos apenas ingerir alimentos equivalentes a sete colheres de sobremesa com açúcar por dia.

           Assim, podes reparar que não há nada mais importante do que possuir uma alimentação saudável e equilibrada.

 

                                                               Vasco Castro, 4ºano,Varziela

 

 

 

Aprender com a BE-2015/2016

 

Texto de opinião

 

                                      Maus hábitos alimentares

 

            Na minha opinião uma pessoa com maus hábitos alimentares não é feliz.

            Em primeiro lugar os dentes ficam podres. Em segundo lugar pode dar dor de barriga. Por um lado fica-se obeso, cansado e lento, por outro pode ser-

-se vítimas de bullying. 

            Assim é péssimo ter maus hábitos alimentares.

 

                                     Rita  Silva, 4 ano,  Varziela

 

 

Aprender com a BE-2015/2016

 

Texto de opinião

 

                                  Os maus hábitos alimentares

 

            Na minha opinião não devemos comer muitos doces nem beber refrigerantes.

            Por um lado os refrigerantes têm muito açúcar e por outro também fazem com que engordemos mais. Além disso devemos evitar comer doces com muita frequência. Visto que as gorduras são prejudiciais à nossa saúde devemos evitar comê-las diariamente.

            Considero que é importante fazer várias refeições ao dia e fazer uma alimentação variada e acho que também é bom fazer exercício físico regularmente.

            Assim, posso concluir que não ter uma alimentação saudável prejudica a nossa saúde.

 

                               Rita Martins,4º,Varziela

 

 

Aprender com a BE -2015/2016

 

Texto de opinião

 

                                                     Os maus hábitos alimentares

 

                Na minha opinião, acho que os maus hábitos alimentares são terríveis para a saúde das pessoas.

                Em primeiro lugar não podemos comer muitas gomas, chocolates, chupas, pizzas e hambúrgueres. Em segundo lugar só devemos comer esses alimentos de vez em quando. Além disso devemos comer sobretudo legumes e muita sopa.

                Finalmente, teremos uma alimentação saudável se comermos em pequenas quantidades alimentos com muito açúcar e gordura.

 

                                       Pedro Levi, 4º ano, Varziela.

 

 

Aprender com a BE-2015/2016

Texto de opinião

                                           Os hábitos alimentares

 

            Na minha opinião, os maus hábitos alimentares provocam muitas doenças.

            Em primeiro lugar provocam obesidade, diabetes e cáries. Em segundo lugar, as pessoas não se podem mexer.

            Finalmente posso dizer que os maus hábitos alimentares fazem mal à saúde.

 

                                             Pedro Oliveira, 4º ano, Varziela

 

 

Aprender com a BE – 2015\2016

                                                                                                                  Texto de opinião

                                                                                                                                                

                                              Os maus hábitos alimentares

 

     Na minha opinião as pessoas não devem ter maus hábitos alimentares.

     Em primeiro lugar as pessoas não devem comer coisas doces e beber sumos. Em segundo lugar, podem ganhar doenças como o colesterol, diabetes e cáries. Além disso, podem sofrer de bullying. Por um lado devem ter uma alimentação saudável, por outro, se estiver gordo deve fazer uma dieta. Todavia se for uma criança, os pais devem ser responsáveis.

     Assim, devemos comer alimentos saudáveis para termos uma vida sã.

                                                                                                      

                                        Mariana Sampaio, 4º ano, Varziela

 

 

Aprender com a BE- 2015\2016

                                                                                          Texto de opinião

                                                                                                                                          

 

                                 Os maus hábitos alimentares

 

    Na minha opinião as pessoas com maus hábitos alimentares podem ficar obesas e são pessoas infelizes.

   Em primeiro lugar considero que essas pessoas não devem comer certos alimentos em excesso, tais como batatas fritas, refrigerantes, pizzas, entre outros, pois a obesidade pode causar consequências físicas como cáries dentárias, lentidão, e também psicológicas, como o desgosto, tristeza e má disposição.

Assim, concluo que as pessoas obesas são pessoas com maus hábitos alimentares.  

 

                                                                Margarida Teixeira, 4º ano, Varziela

 

 

 

Aprender com a BE- 2015\2016

                                                                                          Texto de opinião

                                                                                                                                          

 

                                         Os maus hábitos alimentares

 

    Na minha opinião as pessoas com maus hábitos alimentares podem ficar obesas e são pessoas infelizes.

   Em primeiro lugar considero que essas pessoas não devem comer alimentos em excesso, tais como batatas fritas, refrescos doces, pizzas, entre outros, pois podem levar à obesidade. Esta doença pode causar consequências físicas como cáries dentárias, lentidão, e também psicológicas, como o desgosto, a tristeza e a má disposição.

    Assim, concluo que as pessoas obesas são pessoas com maus hábitos alimentares.  

 

                                                          Margarida Teixeira, 4º ano, Varziela  

 

 

Aprender com a BE- 2015/2016

 

Texto de opinião

 

                                   Os maus hábitos alimentares

 

    Na minha opinião os maus hábitos alimentares prejudicam a saúde das pessoas.

    Em primeiro lugar, fazem mal ao colesterol e, em segundo, fazem mal ao coração.         Além disso os maus hábitos alimentares podem criar doenças muito graves e perigosas. De vez em quando, pode-se comer de forma errada, mas não se deve fazer isso sempre.

    Assim, concluo que, se comermos de forma errada, poderemos sofrer consequências graves.

              

                                    Mafalda moreira, 4º ano, Varziela

 

 

 

Aprender com a BE- 2015/2016

 

Texto de opinião

 

                              Os maus hábitos alimentares

           

    Na minha opinião, os maus hábitos alimentares não são saudáveis.

    Em primeiro lugar, não se deve comer doces em excesso, em segundo lugar devemos comer mais alimentos saudáveis. Além disso devemos beber mais água do que refrigerantes.

    Por um lado podemos comer doces, mas não em excesso e, por outro, devemos consumir mais legumes.

    Assim conseguimos ter uma alimentação mais saudável.

 

                                                            Luís Henrique Ribeiro, 4ºano, Varziela

 

 

Aprender com a BE-2015/2016

 

Texto de opinião

                                                   Maus hábitos alimentares

 

     Na minha opinião, os maus hábitos alimentares devem-se, principalmente, ao elevado consumo de alimentos ricos em gordura.

     Considero que uma alimentação variada é essencial para uma vida saudável, dando-se preferência às frutas e aos legumes. Mas não quer dizer que os outros alimentos também não sejam muito importantes.

    Assim, podemos controlar a nossa alimentação, o que é importante para termos uma vida saudável, sem sermos obesos.

 

                                                                     João Rui, 4ºano,Varzela.

 

 

Aprender com a BE-2015/2016

 

Texto de opinião

 

                                                          Hábitos alimentares

 

         Na minha opinião, acho que os maus hábitos alimentares não deixam as pessoas serem saudáveis.

            Em primeiro lugar, considero que as pessoas com maus hábitos alimentares têm de se livrar do vício dos doces e gorduras e, em segundo lugar, penso que essas pessoas não conhecem a gravidade da obesidade: podem ser gozadas e ter vergonha de sair de casa, por exemplo.

            Assim, dou um conselho a toda a gente: não comam coisas que façam mal e façam exercício físico.

 

                                                                                 Jéssica, 4º ano, Varziela.

 

 

Aprender com a BE-2015/2016

 

Texto de opinião

 

                                                     Hábitos alimentares

 

            Na minha opinião, não se deve ter maus hábitos alimentares.

            Em primeiro lugar, considero que se uma pessoa tiver maus hábitos alimentares pode ser vítima de bullying, por ter excesso de peso.

            Além disso, são causadores de inúmeras doenças, como exemplo temos a obesidade, a diabetes, as cáries dentárias, a hipertensão, as doenças cardíacas, entre outras.

            No entanto, os maus hábitos não provocam só excesso de peso, mas também peso abaixo do normal, originando distúrbios alimentares, tais como anorexia ou bulimia.

            Assim, eu defendo que devemos ter bons hábitos alimentares.

 

                                                                          Gustavo,4º ano, Varziela

 

 

Aprender com a BE-2015/2016

Texto de opinião

                                                   Maus hábitos alimentares

 

    Na minha opinião, os maus hábitos alimentares são muito incómodos.

    Em primeiro lugar provocam doenças, como por exemplo diabetes, cáries dentárias e obesidade. Em segundo lugar, as pessoas ficam envergonhadas.

    Finalmente, posso concluir que não ter cuidado com a alimentação pode prejudicar a nossa saúde.

           

                                                                              Gonçalo Ribeiro, 4ºano, Varziela

 

 

Aprender com a BE -2015/2016

 

Texto de opinião

     

                                                       Maus hábitos alimentares

 

           Na minha opinião temos de ter muito cuidado com a nossa alimentação.   

           Devemos fazer uma alimentação variada e equilibrada. Para isso devemos comer frutas, hortícolas e alimentos saudáveis.

            Os maus hábitos alimentares levam à morte das pessoas ou podem provocar doenças: a obesidade e a anorexia são alguns exemplos.

             Podemos concluir que uma alimentação saudável é a chave da vida.

                

                                                           Gonçalo Ferreira, 4 ano, Varziela

 

 

Aprender com a BE-2015/2016

Texto de opinião

 

                                                    Hábitos Alimentares

 

            Na minha opinião, comer doces em excesso não faz bem ao organismo, pois pode causar doenças no corpo humano.

            Também se deve fazer dietas de vez em quando. Comer doces não faz mal ao organismo, faz mal é comer muitos, pois podem causar diabetes e colesterol.

            As pessoas obesas sentem vergonha e tristeza por serem assim.

 

                                                   Clara Sampaio,4ºano,Varziela

 

 

 

Aprender com a BE-2015/2016

 Texto de opinião

 

                                                         Hábitos alimentares

 

            Na minha opinião, os maus hábitos alimentares provocam doenças.

            Considero que não se deve comer muitos doces, pois podemos ficar gordos. Além disso, as pessoas devem evitar beber refrigerantes.

            Para ser saudável temos de ter uma alimentação variada.

            Assim, concluo que não se devem comer demasiados doces.

 

                                                           Beatriz, 4º ano, Varziela

 

 

Aprender com a BE- 2015/2016

 Texto de opinião

 

                                      Maus hábitos alimentares

 

            Na minha opinião, as pessoas que têm maus hábitos alimentares estão a agir muito mal.

            Acho que as pessoas que se alimentam mal são as que comem muitos doces e bebem muitos refrigerantes. Por um lado podem ser vítimas de bullying e, por outro, podem ter doenças como diabetes, cáries dentárias, entre outros.

            Resumindo, devemos ter uma alimentação saudável e fazer exercício físico.

 

                                                         Juliana Costa, 4 º ano, Varziela

               

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                            

 

 

                                                                                                                                                                                                         

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



O teu espaço

Partilha connosco a tua última leitura, o último filme que viste ou o último texto que elaboraste e este será publicado brevemente :)

Não te esqueças de referir o título da obra, do filme ou da tua composição.

:)

Vamos a isto? Envia para:

biblioteca123dmfs@gmail.com

(cola este endereço no teu e-mail)

:)




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D